Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

29/08/2012 às 14h00 - Conheça a história dos Jogos Paralímpicos  

Nomes como Daniel Dias, Terezinha Guilhermina e Antonio Tenório estarão na boca dos brasileiros nos próximos dias. Os atletas, que representarão o país durante os Jogos Paralímpicos de Londres 2012, serão acompanhados pelos espectadores do mundo todo e contaram com a torcida deles. Mas nem sempre foi assim. O esporte paralímpico se consolidou e se tornou conhecido mundialmente há apenas 70 anos. No dia da cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos de Londres 2012, conheça um pouco mais sobre a história do esporte adaptado.

A ideia de adaptar esportes para pessoas com deficiência surgiu em 1888, com a criação dos primeiros clubes esportivos para surdos, em Berlim. Apesar disso, foi apenas no período pós Segunda Guerra Mundial, quando o esporte passou a ser praticado pelos veteranos acidentados nos conflitos, que as modalidades tornaram-se mundialmente conhecidas.

Os primeiros sinais de uma competição mundial para atletas paralímpicos começaram a surgir no ano de 1944. A pedido do governo britânico, o médico Ludwig Guttmann inaugurou um centro para atender às pessoas com lesões na coluna no Hospital de Stoke Mandeville, na Grã-Bretanha. O local oferecia tratamento e reabilitação por meio do esporte recreativo e de competição.

No dia 29 de julho de 1948, enquanto acontecia a cerimônia de abertura dos primeiros Jogos Olímpicos de Londres, Guttmann dava início aos Jogos de Stoke Mandeville, primeira competição voltada para atletas em cadeira de rodas. Participaram 16 homens e mulheres em uma única modalidade: o tiro com arco. Quatro anos depois, a ideia do médico britânico começou a atingir pessoas de outros países, logo os jogos tornaram-se internacionais.

Imagem da cerimônia de abertura da primeira edição dos Jogos Paralímpicos Roma, em 1960

A primeira edição dos Jogos Paralímpicos aconteceu no ano de 1960, em Roma, e reuniu 400 atletas de 23 países. Dezesseis anos depois, os Jogos ganharam sua primeira edição de inverno, realizada na Suécia.

Por meio de um acordo entre os comitês Paralímpico e Olímpico Internacional, desde 1988, as duas edições dos Jogos passaram a ter como sede a mesma cidade. No ano seguinte, o movimento paralímpico conseguiu mais um feito: a oficialização do Comitê Paralímpico Internacional (IPC, na sigla em inglês) como entidade internacional do esporte paralímpico, com sede em Dusseldorf, na Alemanha.

Brasil nos Jogos

O Brasil estreou nas Paralimpíadas na edição de 1972, na cidade alemã de Heidelberg. Participaram 20 atletas brasileiros em quatro modalidades, mas o país não trouxe nenhuma medalha nesta edição. A primeira medalha paralímpica brasileira viria na edição seguinte, com a prata da dupla Luiz Carlos da Costa e Robson Sampaio de Almeida em um esporte chamado lawn bowls, que se assemelha à bocha. O primeiro ouro foi conquistado por Amintas Piedade, no arremesso de peso, em 1984 – edição em que o Brasil conquistou sete medalhas douradas.

Para este ano, o Brasil tem como objetivo alcançar mais do que o dobro de medalhas conquistadas há quase trinta anos. Nos Jogos de 2012, a meta do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) é ficar entre os sete primeiros colocados no quadro geral de medalhas, superando o resultado de Pequim 2008, quando a delegação nacional terminou em nono – 47 medalhas: 16 ouros, 14 pratas e 17 bronzes.

O time paralímpico conta com mais de 250 integrantes. Deste, 182 são atletas e 156 beneficiados pelo programa Bolsa-atleta do Ministério do Esporte.


Confira a reportagem em vídeo produzida pela EBC:






Paulo Braga
Foto: Divulgação/IPC
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: