Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

10/08/2012 às 17h01 - Em bate-papo, Arthur Zanetti e Bruno Prada falam sobre a conquista olímpica  

Os brasileiros medalhistas nos Jogos Olímpicos de Londres 2012 Bruno Prada e Arthur Zanetti, além do secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Ricardo Leyser, participaram de um bate-papo online com internautas nesta sexta-feira (10.08). Os atletas contaram como foi a recepção no Brasil e como é a rotina de treinos para chegar até a sonhada medalha olímpica. A transmissão com os medalhistas – beneficiados pelo programa Bolsa-Atleta – foi promovida pelo Ministério do Esporte, em parceria com a Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

“A Olimpíada foi uma experiência totalmente nova para mim, e ver que o meu trabalho foi reconhecido é muito importante para a ginástica brasileira”, afirmou Arthur Zanetti, que entrou para a história do esporte brasileiro ao conquistar a primeira medalha olímpica de ouro do país na modalidade. O atleta superou o chinês Yibing Chen e venceu a disputa das finais nas argolas na última segunda-feira (06.08). “Na competição você pode ter erros ou sucesso. Eu trabalhei as emoções antes de chegar à final e na hora da prova consegui me controlar, ficar calmo e fazer uma série excelente. Antes de subir nas argolas eu imagino os movimentos que vou fazer com perfeição total e lá eu só penso nos elementos, até o fim da série”, afirmou o ginasta, ao ressaltar a importância do trabalho psicológico com atletas de alto rendimento.

Para Bruno Prada, que conquistou o bronze na competição ao lado de Robert Scheidt, o apoio que o esporte de alto rendimento tem recebido é fundamental para seu desenvolvimento e para a conquista de mais medalhas. “Temos um apoio muito grande do governo federal, por meio do Bolsa-Atleta, da federação, dos patrocinadores. Essa é minha segunda medalha olímpica, e é uma emoção muito grande”, disse o atleta, que também conquistou a prata em Pequim 2008.


                Secretário Leyser durante o bate-papo online com os medalhistas


Segundo o secretário Ricardo Leyser, a experiência de Londres contribuirá para a realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 com excelência. “Temos estudado o que os ingleses têm feito em número de medalhas. A idéia é aplicar de acordo com a nossa tradição esportiva: ver onde nós temos atletas e pessoas trabalhando para apoiar e trazer essas medalhas. A experiência dos britânicos é muito importante.  Precisamos olhar para a base e aproveitar a conquista do Arthur, por exemplo, para desenvolver a ginástica no Brasil. Essa é a hora de investir no esporte e o Ministério do Esporte tem essa condição”, disse.

Medalhas
Aos 22 anos, Arthur Zanetti  é o primeiro ginasta brasileiro a subir ao lugar mais alto do pódio. O paulista de São Caetano do Sul havia sido o quarto melhor nas classificatórias do dia 28 de julho, com 15.616 pontos nas argolas. Nas finais, o atleta fez 15.900 pontos contra 15.800 do chinês, que ficou com a prata.

O velejador Bruno Prada, ao lado de Robert Scheidt, terminou as dez regatas que valiam a medalha olímpica com o bronze na classe star. Esta foi a 17ª medalha da vela brasileira em Olimpíadas.

A regata decisiva, disputada na baía de Weymouth, foi vencida pelos suecos Fredrik Loof e Max Salminen, que estavam em terceiro lugar na classificação geral e acabaram faturando o ouro. A medalha de prata ficou com a dupla britânica Ian Percy e Andrew Simpson, que liderou a competição até o domingo (05.08).


Confira a íntegra da hangout:







Confira o hotsite sobre os Jogos Olímpicos Londres 2012




Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: