Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

09/08/2012 às 18h00 - Convênios viabilizam experiências internacionais para jovens atletas brasileiros  

Nos últimos dois anos, o Ministério do Esporte intensificou os convênios com as confederações esportivas para garantir aos atletas brasileiros a ida ao exterior para competir e treinar com atletas de nível internacional. Ao difundir essa experiência de competição, os esportistas, principalmente os mais jovens, chegam preparados para disputar as grandes provas, como mundiais das modalidades ou os Jogos Olímpicos.

Para o secretário nacional de Esporte de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Ricardo Leyser, a vivência com outras realidades amadurece mais rápido os jovens atletas. “Verificamos que têm sido muito importantes esses convênios, em especial no apoio que fazemos nas seleções jovens. Os atletas dessas equipes tiveram, muitas vezes, a primeira experiência no exterior. Consideramos importante para que, quando os atletas forem disputar um mundial, ou os Jogos Olímpicos, já tenham uma experiência com os melhores atletas do mundo.”

Ricardo Leyser acrescenta que as parcerias viabilizam também todo o suporte necessário para melhor atender os atletas. “Nos temos algumas ações, que serviram para a preparação para Londres, e também são voltadas para o Rio 2016. Várias confederações contam com o apoio direto do governo federal que viabiliza a contratação de equipe multidisciplinar, com psicólogo do esporte, médicos, fisioterapeutas, enfim, todo esse suporte necessário”, disse.

A visão do governo federal é trabalhar com pelo menos três gerações de atletas, com o foco em 2016. “Nós estamos investindo nas seleções sub-19 e sub-21, e o que a gente vê é que a pressão é muito grande. Os Jogos Olímpicos colocam uma carga sobre os atletas e é preciso essa experiência internacional para administrar a parte psicológica. O quanto antes os atletas brasileiros tiverem essa experiência, seja nos Jogos Olímpicos ou nos Jogos Olímpicos da Juventude, mais cedo melhor ele fica pronto para alto rendimento”, explicou o secretário.

Os investimentos, principalmente nos esportes coletivos, criam um caminho que vai das categorias de base até a experiência internacional para terem um resultado de alto nível.

Confira o hotsite sobre os Jogos Olímpicos Londres 2012

Breno Barros, de Londres
Foto: divulgação/COB
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

 


  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: