Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

04/08/2012 às 14h22 - Judô brasileiro se despede de Londres com seu melhor desempenho olímpico  

Quatro jovens judocas voltam de Londres para o Brasil com medalhas na bagagem: uma de ouro e três de bronze. Fazia 20 anos que o judô brasileiro não subia ao lugar mais alto do pódio olímpico. “Essa geração é muito talentosa e vencedora. Eles mereciam conquistar essa medalha de ouro. Isso é o reflexo do trabalho que foi realizado no último ciclo olímpico”, afirmou Ney Wilson, chefe da equipe de judô.

Os medalhistas Sarah Menezes (ouro na categoria até 48kg), Mayra Aguiar (bronze; até 78kg), Felipe Kitadai (bronze; até 60kg) e Rafael Silva (bronze; acima de 100kg) participaram de entrevista coletiva neste sábado (04.08), na Casa Brasil. O desempenho nos tatames de Londres foi a melhor participação da história olímpica do judô nacional.

“Isso fazia parte do nosso planejamento. O grande desafio dessa Olimpíada era chegar à medalha de ouro. Nós tínhamos uma munição muito grande para acertar quatro medalhas, e foi o que aconteceu. Alguns comentaristas chegaram a prever seis, e eu sempre com o pé no chão, achando que quatro estava de bom tamanho. Superamos tudo o que havíamos alcançado até hoje”, explicou Ney Wilson.

Rafael ressaltou que a conquista do bronze - a primeira medalha brasileira no peso-pesado - foi graças a muitas renúncias: “Estou muito feliz porque é uma concretização de um trabalho realizado, do treinamento e de todo sacrifício que a gente faz, deixando a nossa família e os amigos. Esse resultado é o fruto de um trabalho muito exaustivo.”

Bolsa-Atleta
Os quatro judocas medalhistas são beneficiados pelo programa Bolsa-Atleta do Ministério do Esporte. Rafael considera que o investimento no esporte cria para os brasileiros novos ídolos. “O Bolsa-Atleta é um incentivo muito grande para quem está começando. O governo tem que investir no esporte de alto rendimento porque os atletas são um espelho para a nova geração”, disse Rafael.

Mayra acrescentou que o programa garante estabilidade para os atletas. “O incentivo é tudo no esporte, para acreditar no nosso potencial e nos trazer tranquilidade. Abrimos mão de muita coisa para poder está aqui, viajar, ficar longe da família. Tendo esse incentivo, você trabalha com todo o suporte e o resultado aparece.”

Confira reportagem em áudio sobre a conquista da medalha de Rafael Silva:




Confira o hotsite sobre os Jogos Olímpicos Londres 2012

Breno Barros, de Londres
Foto: Marcelo Saraiva
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: