Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

01/08/2012 às 09h30 - Lara e Nayara visam chegar à final olímpica ao som de Arnaldo Antunes  

Dança, técnica e sincronia. Ao som de Arnaldo Antunes e de rock ópera,  as atletas Lara e Nayara, beneficiadas pelo programa Bolsa-Atleta do Ministério do Esporte, estão prestes a iniciar as primeiras coreografias na segunda participação olímpica de suas carreiras. “Nós nos consideramos muito mais maduras agora do que em Pequim, em 2008. Somos outras atletas. Nosso fator psicológico é outro. A maturidade e a confiança mudaram. Éramos um dueto com oito meses de treinamento, antes de Pequim, e agora nós realizamos um ciclo olímpico completo”, disse Lara Teixeira.

A estreia da dupla será no próximo domingo (05.08) no ginásio do Aquatics Centre. Sobre a preparação para Londres, Lara considera que o trabalho já foi feito e agora é só esperar o dia para entrar na água. “A competição será fruto do que a gente treinou nesses quatro anos. Estamos preparadas, fizemos o melhor treinamento possível e nunca estivemos tão bem, fisicamente e mentalmente”, disse.

“É a rotina mais difícil de nossas vidas. A velocidade dos movimentos está mais rápida e acrescentamos mais giros com grau de dificuldade maior. Utilizaremos movimentos mais técnicos, que os juízes avaliam mais e fazem com que a nota suba”, completou Nayara.

Coreografias

Na rotina livre, as atletas apresentarão a coreografia “Corpo Humano”, usada nos  Jogos Pan-Americanos e no Pré-Olímpico, disputado em Londres. “Temos o maiô que representa o corpo humano, com as artérias, veias, coração e coluna. Temos também a toquinha, inovação no nado, que imita o cérebro”, antecipou.   

Na rotina técnica, o dueto entra na água, pelo segundo ano consecutivo, com o maiô criado pelo artista plástico brasileiro Romero Britto. “É um maiô bem mais clássico do que aquele que utilizamos nos Jogos Pan-Americanos”, disse Nayara.

O objeto nos Jogos Olímpicos está bem claro na mente das atletas. “Estamos visando à final olímpica, entre as 12 melhores. Entrando na final tudo pode acontecer, pois o nosso bloco é muito acirrado. Não queremos falar em uma colocação certa, mas, com certeza, nós estamos bem focadas e confiantes para chegar à final", ratificou Lara. 

Confira a reportagem em áudio:




Confira o hotsite sobre os Jogos Olímpicos Londres 2012


Breno Barros, de Londres
Foto: Marcelo Saraiva
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook
 

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: