Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

30/04/2012 às 20h17 - Ministério acompanha, no Rio, sorteio das chaves do basquete para Londres 2012  

O secretário de Esporte de Alto Rendimento do Ministério do Esporte, Ricardo Leyser, acompanhou o sorteio das chaves do basquete feminino e masculino para os Jogos Olímpicos de 2012. Realizado na manhã desta segunda-feira (30/4), pela Federação Internacional de Basquete (Fiba), na sede do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), no Rio de Janeiro, o sorteio definiu os adversários do Brasil nos Jogos de Londres.

No feminino, o Brasil ficou no Grupo B, com Austrália, Grã-Bretanha, Rússia e mais duas equipes que serão definidas no Pré-Olímpico Mundial, em Ancara, na Turquia, de 25 de junho a 1º de julho. No masculino, o Brasil também ficou no Grupo B, com Espanha, Austrália, China, Grã-Bretanha e mais uma equipe a ser definida no Pré-Olímpico Mundial, em Caracas, na Venezuela, de 2 a 8 de julho. No masculino a seleção brasileira estreia contra a Austrália, e no feminino, contra a quinta classificada no torneio pré-olímpico.

Realizado pela primeira vez no Brasil, o sorteio teve a presença de atletas que ajudaram a construir a história do basquete brasileiro, como Erika Souza, Hortência Marcari, Janeth Arcain, Magic Paula, Marcelinho Machado, Oscar Schmidt e Wlamir Marques, que participaram do sorteio dos grupos. Também estiveram presentes o presidente da Fiba, Ivan Mainini; o secretário geral da entidade e membro do Comitê Olímpico Internacional, Patrick Baumann; o secretário geral emérito da Fiba, Borislav Stankovic; o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro e do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman; e o presidente da Confederação Brasileira de Basquete, Carlos Nunes.

Partidas decisivas
Segundo Ricardo Leyser, entre os presentes o sentimento era o de que “para um país que quer um bom resultado para suas seleções, como o Brasil, não se pode escolher adversários, todas as partidas são decisivas”. Nenhuma das seleções do Brasil caiu no grupo dos Estados Unidos, atuais campões olímpicos masculino e feminino, na primeira fase. “De todo modo, a seleção masculina pega já na primeira fase a forte Espanha, medalha de prata em Pequim 2008, adversária das mais difíceis”, analisa o secretário. Já a seleção feminina joga contra a Austrália, a atual vice olímpica, e a Rússia, bronze em 2008.

“Austrália e Rússia são as favoritas aos primeiros lugares do nosso grupo, o que acho bom para o Brasil, assim a gente pode jogar sem tanta pressão. Só depende de nós”, disse Erika, pivô do Brasil que joga na Espanha. “O basquete feminino brasileiro está evoluindo bastante desde a chegada da Hortência à Confederação Brasileira, e isso me dá confiança para fazer o possível para alcançar um bom resultado nos Jogos Olímpicos”, completou a atleta, que disputou os Jogos Olímpicos de Atenas 2004, quando o Brasil alcançou a quarta colocação.

“Em esporte nunca dá certo escolher adversários e serão todos jogos muito difíceis”, disse o tricampeão pan-americano Marcelinho Machado. “A nossa vantagem, após o sorteio, é que já temos quatro equipes definidas no nosso grupo, sem precisar esperar pelo Pré-Olímpico Mundial. Assim, já podemos iniciar a preparação específica para enfrentar cada um desses adversários”, completou Marcelinho.

Momento histórico
“Este é um momento histórico para o Brasil. O COB está honrado em receber este evento, com alcance mundial. Além do reconhecimento da Fiba ao esporte brasileiro, esta foi mais uma grande oportunidade para demonstrar ao mundo a importância que o Brasil tem hoje no cenário esportivo internacional”, afirmou Nuzman.

“É sempre um prazer estar no Rio de Janeiro e agradeço ao COB por nos receber. Além deste sorteio, estamos realizando importantes reuniões do nosso Comitê Executivo na cidade”, disse o presidente da Fiba, feliz por ver nomes importantes do basquete brasileiro no sorteio. “Quando vejo grandes atletas como os que estão aqui, sinto que fazemos um trabalho muito importante para o futuro da juventude mundial”, completou Mainini.

As competições de basquete dos Jogos de Londres ocorrerão de 28 de julho a 12 de agosto. A seleção brasileira masculina não disputa o torneio desde Atlanta-96. Já a equipe feminina participou das últimas edições. No dia 17 de maio, o técnico Rubén Magnano vai convocar os jogadores para Londres-2012. A seleção feminina foi convocada no dia 19 de abril pelo técnico Luiz Cláudio Tarallo.
 
Veja como ficaram as chaves:
 
MASCULINO

Grupo A: Estados Unidos, Argentina, França, Tunísia, Primeiro e o Segundo classificados do pré-olímpico

Grupo B: Espanha, Austrália, Brasil, China, Grã-Bretanha e Terceiro classificado do pré-olímpico
 
FEMININO

Grupo A: Estados Unidos, Angola, China, Primeiro, Segundo e Quarto classificados do pré-olímpico

Grupo B: Austrália, Brasil, Grã-Bretanha, Rússia, Terceiro e Quinto classificados do pré-olímpico

Sueli Scutti
Foto: Wander Roberto/Fiba
Ascom – Ministério do Esporte

Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: