Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

19/03/2012 às 12h24 - Brasil ganha 51 medalhas no Sul-Americano Absoluto de Esportes Aquáticos  

A primeira semana do Sul-Americano Absoluto de Esportes Aquáticos, disputado em Belém, foi dominada pelos brasileiros. A natação nacional conquistou 51 medalhas: 26 ouros, 19 pratas e 6 bronzes. Na contagem geral, o Brasil somou 531 pontos, seguido de Argentina (324) e Venezuela (302).

O quarteto brasileiro, no revezamento 4x100m livre, formado por Glauber Silva, Bruno Fratus, Cesar Cielo e Henrique Rodrigues, quebrou o recorde da competição, com o tempo de 3min20s07. A antiga marca era de 3min21s67, conquistada pelo time brasileiro em 2000, em Mar del Plata.

A clássica prova dos 100m livre masculino teve dobradinha brasileira. Cesar Cielo e Bruno Fratus protagonizaram uma prova eletrizante que deu a vitória a Cielo, com o tempo de 48s70, terceira melhor marca do ano. Bruno marcou 49s69, seguido do argentino Federico Grabich, com 49s77.

O Brasil também foi campeão nos saltos ornamentais, com 10 pódios: seis medalhas de ouro, uma de prata e três de bronze. A equipe nacional marcou 226 pontos, seguida por Venezuela (202), Colômbia (188), Chile (54) e Equador (18). A bolsista do Ministério do Esporte Juliana Veloso e o atleta Cesar Castro foram os mais eficientes da competição – aqueles que totalizam mais pontos – e conquistaram o Troféu Señor de Sipan, da Orden de Los Caballeros das Américas.

Na última prova de saltos ornamentais, o bolsista Hugo Parisi venceu a plataforma individual, com 414,55 pontos, à frente dos dois colombianos: Victor Ortega e Sebastian Villa.

Maratona aquática
A brasileira Ana Marcela Cunha, que recebe o benefício do programa Bolsa-Atleta, do Ministério do Esporte, conquistou no domingo (18.03) o título da maratona aquática de 10km. O Brasil foi o campeão geral sul-americano de maratonas aquáticas, após computar os tempos das provas de 5km e 10km, masculina e feminina. Os brasileiros totalizaram 7h41min21s70, seguidos por venezuelanos (7h42min14s75) e equatorianos (7h46min13s73).

A prova masculina foi conquistada pelo equatoriano Ivan Enderica, com o tempo de 1h53min22s40, seguido pelos brasileiros Victor Colonese (1h54min26s31) e Allan do Carmo (1h54min46s45), que também é beneficiado pelo Bolsa-Atleta.
 
A prova feminina foi vencida pela bolsista do ministério Ana Marcela Cunha, com o tempo de 1h47min24s62, seguida pela venezuelana Yanel Adriana Pinto (1h48min33s94) e pela equatoriana Nataly Caldas (1h48min35s69).

Polo aquático
Nesta segunda-feira (19/03) é a vez de os atletas do polo aquático entrarem na piscina, no Sul-Americano Absoluto de Belém. A primeira partida será entre Colômbia e Uruguai, às 18h30, na piscina da Esef, onde até o último sábado aconteceram as disputas de natação e de saltos ornamentais, ambas vencidas pelo Brasil. O Brasil estreia contra a Venezuela, às 19h45.

O Sul-Americano termina no próximo sábado (24.03), com as finais do polo aquático e a última prova de nado sincronizado. O Campeonato Sul-Americano Absoluto é realizado com recurso dos Correios – Patrocinador Oficial dos Desportos Aquáticos Brasileiros –, Bradesco, Lei de Incentivo ao Esporte, Lei Agnelo/Piva, Speedo, Sadia e governo do estado do Pará.

Breno Barros
Foto: Divulgação CBDA
Ascom – Ministério do Esporte
Acompanhe as notícias do Ministério do Esporte no Twitter e no Facebook

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: