Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

21/12/2010 às 19h12 - Projetos do Ministério do Esporte são apresentados em Festival na África do Sul  

Chegou ao fim hoje (21) a 17ª edição do Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes (FMJE), realizado no centro de convenções de Tshwane, em Pretória, África do Sul. O evento, organizado pela Federação Mundial das Juventudes Democráticas, reuniu 15 mil jovens de mais de 140 nacionalidades, que compartilharam novas propostas para promover a paz e a inclusão social. O governo federal brasileiro marcou presença com a exposição, no pavilhão dos países, dos projetos voltados para a juventude. O destaque no estande foi o projeto Praça da Juventude, que atraiu a atenção dos participantes pela proposta de democratização do acesso ao esporte e ao lazer.

“Boa parte das nossas crianças se tornam adultos sem ter tido a oportunidade de pisar em uma quadra, jogar uma bola ou praticar qualquer outra atividade esportiva. A falta de políticas públicas de esporte e lazer por longas décadas desenhou uma mapa excludente para o esporte no país”, afirmou a gestora de projetos Luiza Rangel, representante do Ministério do Esporte no evento.

A dirigente brasileira explicou que o projeto Praça da Juventude foi criado pelo Ministério do Esporte com o objetivo de levar um equipamento esportivo público e qualificado para a população que, ao mesmo tempo, pudesse se tornar ponto de encontro e referência da juventude. “Mais do que um espaço físico para a prática de esportes, a Praça da Juventude é uma área de convivência comunitária onde são realizadas também atividades culturais, de inclusão digital e de lazer para a população de todas as faixas etárias”, reforçou Rangel.

Implantado em parceria com governos estaduais e municipais, o projeto Praça da Juventude foi incorporado pelo Ministério da Justiça, por intermédio do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci). O Pronasci oferece condições para que as Praças da Juventude possam se consolidar de forma integrada à vida comunitária. Existe uma forte complementaridade entre esses dois programas quanto aos seus objetivos de educar, ressocializar e apoiar jovens em situação de vulnerabilidade social.

Além da Praça da Juventude, o Ministério do Esporte apresentou ao público jovem internacional os megaeventos esportivos que serão realizados no Brasil nos próximos anos, como Copa do Mundo 2014 e os Jogos Olímpicos Rio 2016. Também foram divulgados outros projetos na área do esporte voltados para a juventude, como o Programa Esporte e Lazer na Cidade e o Pintando a Liberdade. No estande, os participantes puderam conferir uma exposição de materiais esportivos fabricados por detentos por meio do projeto Pintando a Liberdade, como bolas, uniformes, jogos de damas e de xadrez.

No último dia do evento, os participantes marcharam em direção ao prédio do governo sul-africano e confraternizaram com uma série de apresentações musicais. A primeira edição do Festival ocorreu em Praga há 63 anos.


Bianca Persici, de Pretória, África do Sul

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: