Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

24/03/2010 às 17h10 - Praça da Juventude vai democratizar o acesso ao esporte na Região Norte  



Gestores do projeto no Pará e Amazonas recebem orientações do Ministério do Esporte para agilizar a construção das Praças

Técnicos do Ministério do Esporte e da Caixa Econômica Federal reuniram-se nesta quarta-feira (24) com gestores da Praça da Juventude de nove municípios do Pará e Amazonas. Responsáveis pelo projeto em Belém, Parauapebas, Curionópolis, Redenção e Abaetetuba (PA) e em Autazes, Careiro, Tefé e Maués (AM) discutiram sobre adaptações arquitetônicas, processo licitatório e modelo de gestão da Praça da Juventude. O encontro aconteceu no auditório da Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (Sepof), em Belém.

O secretário de Estado de Esporte e Lazer, Jorge Panzera, que participou da abertura do evento, destacou que a prática esportiva é um direito ao qual grande parte da população ainda não tem acesso. “Muitas pessoas não têm condições de pagar academia ou clube e o crescimento desordenado das cidades eliminou importantes espaços de esporte e lazer. A Praça da Juventude vem suprir essa carência”, afirmou o secretário. Para ele, o esporte, mais do que contribuir para a saúde e qualidade de vida, agrega valores importantes, como a determinação, superação e espírito de equipe.

Serão construídas seis Praças da Juventude no estado do Pará, num investimento superior a R$ 8 milhões. Encontra-se em processo de licitação a contratação da empresa que vai construir a Praça em Belém. Na capital parense a Praça da Juventude será financiada com recursos oriundos do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), do Ministério da Justiça. Após contratada a construtora, o prazo médio para entrega da obra é de seis meses. “Nossa meta é inaugurar a Praça da Juventude de Belém ainda em 2010”, afirmou Panzera.

Já no Amazonas serão construídas quatro Praças e o investimento será de R$ 6,4 milhões. Em Careiro, município a 100 quilômetros de Manaus com população de 32 mil habitantes, o processo de execução da Praça da Juventude está adiantado. Segundo o prefeito Joel Lobo, a adequação do projeto está sob análise da Caixa, órgão gestor do contrato, e todas as exigências burocráticas foram atendidas. “Vamos lançar o edital para selecionar a construtora até o final do mês de março”, ressaltou Lobo. No município amazonense, o bairro escolhido para receber a Praça da Juventude é Sebastião Borges, que atualmente não dispõe de infra-estrutura pública para a prática de esporte. Estima-se que a Praça beneficiará 15 mil pessoas em Careiro.

Representante do Ministério do Esporte e consultor de Relações Governamentais, Plínio Marcos Teixeira salientou a importância da Praça da Juventude para a prevenção à violência. “Observamos que, em áreas onde foram implantados equipamentos públicos de esporte e lazer, as taxas de criminalidade diminuíram”. Teixeira orientou os gestores presentes no encontro a escolher, para a implantação da Praça, bairros com grande público jovem e carência de políticas públicas para essa faixa etária.

Questionado sobre a possibilidade dos estados receberem recursos para a implantação de mais Praças da Juventude, Teixeira explicou que o Siconv, sistema de gerenciamento de convênios do governo federal, está aberto para o recebimento de propostas. “O município interessado deve acessar o Siconv e cadastrar seu pedido, que será analisado pelo Ministério do Esporte”, declarou Teixeira.


Ascom – Ministério do Esporte

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: