Redes Sociais: Facebook   Google Plus   Extragram   Twitter   Flickr   Youtube

Notícias

 

03/03/2010 às 11h30 - Gestores da Praça da Juventude da região Centro-Oeste discutem o projeto  

Em um esforço conjunto, o Ministério do Esporte, gestores estaduais e municipais da Praça da Juventude, da região Centro-Oeste, e a Caixa Econômica Federal reuniram-se, nesta terça-feira (02/03), em Brasília para esclarecer as principais dúvidas sobre a construção das Praças. Ao longo do dia, a equipe técnica do Ministério do Esporte falou sobre o projeto arquitetônico, processo licitatório e modelo de gestão.

O encontro contribuiu para romper os primeiros obstáculos e estabelecer um canal direto de comunicação dos gestores locais com o os técnicos do projeto no Ministério do Esporte e a Caixa, responsável pela gestão dos contratos.

A Praça da Juventude, que estará presente em oito municípios do Centro-Oeste, tem o desafio de democratizar o acesso ao esporte e lazer de forma qualificada. “Apenas 40% das escolas públicas têm espaço adequado para a prática de atividades física. Os demais equipamentos estão em clubes, condomínios e escolas particulares, inacessíveis para a maior parte da população”, afirmou Luiza Rangel, gerente da Praça da Juventude no Ministério do Esporte.

De acordo com o diretor de programas da secretaria de Obras do Distrito Federal, Pedro Teixeira, o principal desafio a ser superado para a construção da Praça da Juventude no Itapoã é a questão fundiária. A região foi definida como prioritária pelo Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), do Ministério da Justiça, devido aos altos índices de criminalidade.

Em Aquidauana (MS), a Praça da Juventude é aguardada com expectativa pelos 47 mil habitantes. Ela será construída junto ao Pólo Esportivo da cidade, próximo a escolas e a um campus da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul. Segundo Vanderley Camposano da Rocha, gerente municipal de Planejamento, Habitação e Urbanismo, “a Praça oferecerá oportunidade de prática esportiva a toda população, com atividades inter-geracionais”.

No Centro-Oeste, serão construídas Praças nos municípios de Goiânia, Jussara e Mineiros, em Goiás, Ponte Branca, no Mato Grosso, Campo Grande, Deodápolis e Aquidauana, no Mato Grosso do Sul, e na região do Paranoá, em Brasília (Distrito Federal). O investimento total do projeto na região é de R$ 5.990.500,00.

PRAÇA DA JUVENTUDE
Projeto do Ministério do Esporte para comunidades com reduzido ou nenhum acesso a equipamentos públicos de esporte e lazer que alia saúde, bem-estar e qualidade de vida a atividades sócio-educativas diversificadas. Atividades que, além do esporte e lazer, incentivam a inclusão digital, a produção cultural e científica, constituindo-se em um espaço de convivência comunitária.

Cada unidade do projeto Praça da Juventude terá cerca de sete mil m² e prevê a construção de ginásio poliesportivo coberto, cuja infra-estrutura completa apresenta-se em módulos: pistas para salto triplo e à distância, pista para caminhadas, quadra de vôlei de praia, área de exercícios, campo de futebol society, pista para skate, teatro de arena, centro de convivência da terceira idade com sala de ginástica, quiosque de alimentação, vestiários e arquibancadas, dentre outros.

Entre os anos 2008 e 2010, foram conveniadas a construção de 150 Praças da Juventude, distribuídas pelo território brasileiro. Os encontros do Ministério do Esporte com gestores da Praça da Juventude acontecerão em todos os estados onde haverá Praça da Juventude e estão previstos para o primeiro semestre.


Foto:Aldo Dias
Ascom – Ministério do Esporte

  Enviar Matéria Imprimir   Compartilhar: Facebook Twitter Orkut Link: